top of page

Milho brasileiro: estabilizando preços e gerando oportunidades de investimento

O mercado de investimentos em agricultura está cada vez mais aquecido, e o Brasil tem se destacado como uma das principais forças no setor. O país já é líder no comércio de soja e agora tem ganhado relevância no mercado de milho, graças à escassez global do grão.



A colheita de milho no Brasil em pleno andamento, aumentando as exportações e contribuindo para a estabilidade dos preços globais do grão - uma oportunidade de investimento em agricultura que não deve ser ignorada.



A colheita de milho no Brasil tem sido fundamental para conter os preços do grão, pois os problemas logísticos nos Estados Unidos e a guerra na Ucrânia têm afetado as exportações desses países, que são os principais fornecedores mundiais de milho. De acordo com a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais, as exportações brasileiras de milho devem mais que dobrar este ano, para um volume recorde de 44 milhões de toneladas. Os embarques aceleraram desde outubro, quando o baixo nível das águas no rio Mississippi prejudicou as exportações americanas.


O Brasil tem sido o salvador da pátria para o mercado apertado de grãos, pois já é líder no mercado de soja e cada vez mais ganha relevância no comércio de milho. A escassez global do grão criou uma oportunidade para o país preencher a lacuna, e a safra gigante do Brasil tem sido fundamental para conter os preços do milho. Os contratos futuros de milho caíram quase 20% desde o pico deste ano no final de abril, em parte devido à maior produção no Brasil, um alívio bem-vindo para consumidores que enfrentam a disparada de preços dos alimentos.

Enquanto os consumidores se beneficiam da safra brasileira, os produtores americanos têm motivos para se preocupar. Os EUA estão perdendo participação de mercado para o Brasil e outros países como Argentina e Ucrânia, que conseguiu se manter entre os cinco maiores exportadores de milho, mesmo com a invasão russa restringindo as exportações do Mar Negro. Ao contrário dos EUA, o Brasil tem espaço para plantar ainda mais, e isso faz com que ele tenha uma vantagem competitiva significativa.


Uma indicação clara da ameaça que o Brasil representa para os produtores dos EUA foi a decisão da China, o maior importador de milho do mundo, de começar a comprar milho brasileiro para reduzir sua dependência dos EUA. Os EUA responderam por cerca de 70% das compras da #China no ano safra 2020-2021, e espera-se que esse domínio diminua depois que centenas de instalações brasileiras foram liberadas para vender para a China. O milho brasileiro está mais barato que o norte-americano nos principais portos do país e isso tem aumentado sua competitividade no mercado internacional.


Em resumo, o mercado de milho no Brasil está crescendo rapidamente e se mostrando cada vez mais importante no cenário mundial de grãos. Com a safra gigante de milho deste ano e a vantagem competitiva que o país possui, as perspectivas para investimentos neste setor são extremamente favoráveis. Investidores inteligentes estariam atentos a esta #oportunidade e considerariam a agricultura brasileira como parte de sua estratégia de investimento diversificada.


Se você está interessado em explorar o potencial de investimento no mercado de milho no #Brasil , a equipe da Aponto Capital está à disposição para fornecer as informações e análises necessárias para ajudá-lo a tomar uma decisão informada. Não perca mais tempo e entre em contato conosco agora para saber mais sobre como aproveitar esta oportunidade lucrativa no mercado de agricultura. Juntos, podemos ajudá-lo a diversificar seus investimentos e alcançar seus objetivos financeiros.


#apontocapital #investimentos #milho #commodities #industria #hedge #futuros

bottom of page