Loteria ou investimento?

Tudo que você precisa é de alguns reais, um sonho e sorte. Nada cria maior número de novos milionários. Basta apostar. Alguém vai ser premiado – por que não você? Sonhos podem se tornar verdade.


Milhões de pessoas ao redor do mundo apostam em loterias todos os anos. Entretanto, as chances de acerto são ínfimas. Embora seja imprescindível ter a sorte para ganhar na loteria, sorte não é o ponto chave para um investimento bem-sucedido. O importante para desempenhar bem nos mercados por longos períodos de tempo é conjugar e manter disciplina, habilidade e consciência para identificar sinais.

Em minha humilde opinião, existem três sinais relevantes aos quais os investidores sérios devem prestar atenção nos mercados de ações hoje: 1) Performance da companhia crescendo acima da média no momento 2) Quando dentro do setor de crescimento (growth), as empresas de fora do mainstream estão apresentando desempenho superior e 3) Valuation (levando muito em conta a composição do endividamento da companhia) e outros índices de exuberância vêm crescendo enquanto a incerteza econômica é ascendente.

Essa situação de mercado tem congruência com a #bolha das techs do final dos anos 90, quando empresas que não apresentavam lucro dispararam. Ultimamente, no mercado americano, um furor entre os investidores com papéis de empresas com crescimento como Facebook, Netflix e Tesla geraram a maior parte dos retornos. Tal fenômeno ocorre em grande parte dos mercados e não é uma exclusividade dos Estados Unidos. O movimento de inflar papéis a qualquer custo já antecedeu reversões relevantes no passado. Uma maneira de se proteger de uma forte reversão é se proteger com #e balancear a carteira com empresas de bons fundamentos e com boas perspectivas de lucro futuro previsível declarados pelo RI (departamento de relacionamento com investidores, de cada companhia).

O crescimento outperformance se acelerou


Os investidores em alocaram em crescimento (growth) tiveram uma bela experiência desde o fim da crise financeira de 2008, em um movimento que perdurou praticamente por uma década. Se você tivesse investido USD100,00 em ações globais (MSCI AC World Index) em 2009, ao final de 2020 teria mais de USD286,00 (186%). Mas os mesmos USD100,00 investidos nas ações de crescimento global (MSCI AC World Growth Index) teriam deixado você com pouco menos de USD373,00 (273% ao longo da década, e 30,42% acima do exemplo anterior). Embora o setor de crescimento não tenha superado a média dos mercados a cada ano, os investidores alocados em crescimento estariam à frente no final de cada ano, sob a ótica de um viés cumulativo.

A diferença cumulativa entre as duas estratégias de investimento não se mostrava tão discrepante (girava em torno de 9%) ao final de 2018, porém essa diferença aumentou para a casa dos 30% nos dois anos seguintes – uma assimetria relevante.

Assumindo que as avaliações são razoáveis, o desempenho superior (outperform) das ações consideradas de crescimento (growth) pode ser explicado por um crescimento mais rápido dos lucros do que das ações das empresas listadas no mercado em geral. Mas o desempenho superior significativo que vimos recentemente é mais um outlier e vale a pena analisá-lo.


“Bilhetes de loteria” com desempenho superior


Observando atentamente os dados, evidenciamos algo fora do comum. Nos dois últimos anos, o investimento mais rentável foi especular em crescimento – empresas de rápida expansão com P/Ls (preço sobre lucro) muito altos ou até mesmo inexistentes, devido a não auferir nenhum lucro. Os papéis destas companhias foram chamados de “bilhetes de loteria”.

Em alguns anos esse tipo de ações se saiu melhor, quando em outros não, conforme a aceitação de risco dos investidores. No entanto, observando os últimos 25 anos, em poucas situações os “bilhetes de loteria” superaram o mercado globalmente. Em apenas um período o desempenho foi similar ao dos dois últimos anos: 1997-1999. Infelizmente, isso põe a atual atmosfera de mercado em péssimas condições.

Evidentemente é preciso manter cautela para dois tipos de empresas – as que deram oportunidade de compra com baixas de cotações e as ações com “histórias” (apresentam perspectivas interessantes de negócios não comprovados). É claro que estes dois tipos de ações, apresentam alta correlação psicológica com bilhetes de loteria, altamente propícios para especulações.

Como um exemplo didático, o caso Tesla, observando dados públicos da companhia é perceptível que as suposições do mercado são bastante agressivas no que tange as perspectivas futuras da empresa. Tais aspectos, não definem que a maior fabricante de carros elétricos do mundo não possa ser uma potência, tanto no futuro da indústria de automóveis, quanto no câmbio de viés ecológico, porém quando o mercado mira para além da euforia do book de ofertas, convêm manter a prudência. Uma situação parecida ocorre com a NIO, líder de mercado de veículos elétricos da China.

O Shopify é outro ágil cavalo do setor de growth, onde sua cotação atual traduz uma crença que tudo dará certo. A tech canadense de tecnologia se propõe a auxiliar pequenas e médias empresas a estabelecer sua presença online, envolvendo atendimento, armazenamento, engajamento com clientes, marketing, pagamentos e remessa. Há um crescimento no mercado de compras online e a estrutura do Shopify faz um bom trabalho. Mas, não existe almoço grátis. Talvez o valuation cresça. Porém, os investidores devem ter em mente que, uma base de clientes de empresas de pequeno porte, pode significar que seus clientes geralmente têm um elevado grau de insolvência e ficarão expostos a maiores risco durante as recessões. Mesmo que se mostre próspera, a jornada pode ser mais irregular do que os investidores projetam atualmente, especialmente no atual patamar de cotação. Observando com atenção, a empresa precisará crescer significativamente mais rápido do que a Amazon (quando a Amazon estava do tamanho da Shopify) para prover um retorno decente e adequado ao nível de preço atual. O raro sucesso da Amazon é ímpar e repeti-lo, quiçá excedê-lo, é uma empreitada árdua. O Shopify é uma boa empresa, mas será um investimento acima da média? Da mesma maneira, a holandesa de alimentos Just Eat Takeaway, necessita que muitos fatores contribuam por vários anos para justificar seu valuation. Embora esteja crescendo rapidamente, ela opera em um setor muito competitivo onde o CAC (custo de aquisição de cliente) é alto.

Mais de um terço das empresas que se encaixam no perfil de "bilhete de loteria" (empresa não financeira no MSCI AC World, crescimento de vendas de 20%, sem #lucro ou P/L acima de 50x) são chinesas sendo em grande parte, ações domésticas “China A”, com outros 9% em Hong Kong. Cerca de 18% das empresas chinesas no MSCI AC World se enquadram nesse critério. Isso não é sinônimo de que os investidores devam evitar esse mercado, mas devem ser cuidadosos sobre onde alocar seu capital.

Outro exemplo é o crescimento do setor farmacêutico chinês por meio de Jiangsu Hengrui. Mas esse setor não está comprovado na China e funciona de maneira diferente do que em outros países. O #mercado chinês tem a particularidade, de pagador único e, embora o governo esteja expandindo a cobertura de saúde, também se foca em conservar o crescimento dos gastos com saúde sob controle. Em relação aos mercados ocidentais, tem menor poder de precificação, dadas suas mudanças frequentes de políticas. Em um setor com maior grau de incerteza, dada a natureza do desenvolvimento de medicamentos, somada ao elevado nível de intervenção governamental, o valuation parece contar com muito sucesso. Quanto aos ciclos de vida, os medicamentos na China também terão períodos mais estreitos do que em outros mercados, podendo atingir mais rapidamente o pico de vendas, bem como sofrendo uma erosão de preços mais acelerada e dramática.


Valuations inflados e outros sinais de euforia em momentos de incerteza.


Em um momento em que os estoques de bilhetes de loteria crescentes são preocupantes, também observamos outros itens que exigem cautela. A relação entre o incremento do valuation dos mercados versus a incerteza que os rodeia merece ser observada. O número de IPOs globais e a quantidade de dinheiro que persegue esses IPOs são enormes. O mercado não está agindo racionalmente. Curiosamente, GameStop, um tradicional varejista físico que enfrentou declínio de vendas por anos (e, portanto, não se encaixa no modelo das empresas discutidas acima) à medida que os videogames são cada vez mais cotidianos, teve suas ações catapultadas por investidores de varejo, causando um short squeeze ordenado e intencional nas primeiras semanas deste ano. A estes sinais, os investidores devem ficar atentos, lembrando-nos que os mercados nem sempre são eficientes, ao pé da letra da teoria.

Uma maneira de se precaver contra uma reversão potencial é não se concentrar no setor de growth com a exclusão de tudo o mais. É preciso diversificar (não pulverizar) sua carteira, com inteligência. Isso não significa que um determinado negócio não possa estar no caminho da grandeza, mas quando o mercado de forma generalista apenas foca no potencial de uma empresa em um futuro imprevisível e ignora os riscos, cabe ser cauteloso. Empresas em crescimento, que também têm um modelo de negócio comprovado e de alto retorno (lucro, não apenas receita) hoje, e negociam com #valuation razoável, são uma forma mais conservadora e historicamente frutífera de se proteger em uma brusca desaceleração do mercado e podem proporcionar uma jornada mais tranquila ao longo do ciclo (conforme a estratégia de cada investidor). Em minha opinião, um investidor não deve se concentrar exclusivamente no crescimento, mas em primeiro lugar, buscar oportunidades que se aliem à negócios de qualidade. Embora essa abordagem possa excluir algumas das empresas de crescimento mais rápido, acredito que investir no crescimento simplesmente pelo crescimento não é uma boa estratégia. Crescimento lucrativo, é.

Em última observação, investir com sucesso ao longo do tempo não é um jogo de sorte, mas um esforço que requer habilidade e disciplina.


Disclaimer:

Nenhuma informação contida nesse artigo é recomendação de compra ou venda de ativos ou valores mobiliários. Por tal fato, não foi citado nenhum exemplo do mercado brasileiro. Algumas das informações contidas neste ponto de vista são baseadas em declarações ou informações prospectivas, incluindo descrições de mudanças de mercado previstas e expectativas de atividades futuras. O assessor acredita que tais declarações e informações são baseadas em estimativas e suposições razoáveis. No entanto, as declarações e informações prospectivas são inerentemente incertas e os eventos ou resultados reais podem diferir materialmente daqueles refletidos nas declarações prospectivas. Portanto, não se deve confiar indevidamente em tais declarações e informações prospectivas. Esta apresentação não é e não constitui nenhuma uma recomendação de venda ou de compra de qualquer título ou valor mobiliário. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de desempenho futuro; os retornos futuros não são garantidos. Não há garantia de que o assessor fará quaisquer investimentos com as mesmas características ou características semelhantes ao investimento apresentado.

#investimentos #diversificação